fbpx

Saia da zona de conforto, vá viajar!

Saia da zona de conforto, vá viajar!

O mundo está mudando. Sinto que a cada dia mais os desejos e vontades das pessoas estão se transformando. Claro, ainda tem muita mentalidade materialista por aí, mas sinto que as novas gerações estão começando a pensar mais livremente, estão começando a correr atrás de liberdade, de experiências, de viver de verdade, de sorrir, de arriscar, de descobrir, de SE CONHECER e se preocupando cada vez menos em apenas ter. Mas de onde vem todo essa necessidadepular retoque de viver o novo e de buscar experiências? Acredito que a necessidade do auto-conhecimento seja um grande aliado a essa nova mudança de mentalidade. Crescemos no padrão de ir a escola, depois a universidade (escolher a carreira da sua vida aos 18 anos!?), arrumar um emprego que te pague bem, ter uma família etc. Mas, esse deve ser o padrão de vida de todos? Isso te faz feliz? Há quem queira ser assim e goste, tudo bem se é feliz assim que continue, mas quem disse que esse é o objetivo de todos? Digo, porque tem que seguir uma ordem e seguir um tempo determinado para isso? Por que não sair do padrão um pouco até saber o que realmente quer?

Essa carga de responsabilidades logo cedo tem feitos jovens, assim como eu, a deixar (mesmo que por um breve período de tempo) suas vidas regradas e certinhas para viver novas experiências em outros país. Por que não?! É errado?! Nesse um ano e meio vivendo fora conheci diversas pessoas, de várias nacionalidades, raças, idades, pensamentos, mas todos tinham algo em comum: a vontade de tentar, de aprender, de se descobrir. A vida é tão curta para ser vivida em um só lugar. Não estou dizendo que deva largar sua carreira, sua família, sua vida para se aventurar numa viagem inconsequente, não. O que digo é que se você quer, tem oportunidade, tem tempo disponível mesmo que seja por 1 semana ou 1 mês, vá! Vá desbravar o mundo, vá conhecer pessoas, culturas, manias, línguas, comidas, costumes. Não há nada mais compensador do que saber que o seu mundo, aquele mundinho que você foi criado é apenas uma pequeno ponto em comparação a grandiosidade de novas coisas que você tem para conhecer e aprender. A sua visão muda. Sua vida muda. Você muda. É impossível você sair da sua zona de conforto e não levar nada consigo, nem uma experiência, nenhuma lição, nenhuma vontade de ser melhor consigo e com os outros.

Viajar, diferente do que muitos pensam, não é apenas um luxo. Claro, tem aqueles que viajam para Paris apenas para postar uma foto da Torre Eiffel no instagram, mas não estou falando desses. Viajar é muito mais do que isso. É parar de madrugada embaixo da Torre Eiffel com centenas, milhares de luzes piscando e dando um espetáculo a parte  ali para você. Não há foto ou vídeo que descreva essa emoção. Ou quando caminha pelas ruelas de Veneza , apreciando o arco ires de cores das casas, se perdendo em cada esquina e ouvindo ciao e grazie mille a cada comerciante que paramos para comprar. Ou ter a oportunidade de ver a via láctea e o céu mais lindo e estrelado no deserto do Saara. Dançar aos pés do Big Ben em Londres enquanto um som de violino é delicadamente entoado aos nossos ouvidos. É comer cachorro quente Dinamarquês sentada na grama apreciando o delicado sabor daquela combinação e chegar exatamente na hora da troca da guarda do rei, que coisa linda. Viajar é descobrir suas limitações, conhecer mais de si, saber que pode ser feliz no muito, mas também no pouco. É saber que nem sempre tem alguém ao seu lado, mas que nunca estará sozinho.

Você aí do outro lado, está esperando o que para ter novas experiências? Não existem desculpas para não fazê-lo, se você quer você conseguirá. Você pode me dizer: Nathália, eu não tenho dinheiro, se eu tivesse aí sim eu iria. Mas eu te digo, eu também não tinha, mas lutei muito, trabalhei muito e consegui, estou conseguindo e continuo lutando. Não existem desculpas para não viver.Viajar mesmo que seja para uma cidade vizinha, estado vizinho já muda bastante sua mente e te abre uma visão de mundo bem diferente do que está acostumado. Comece do pouco, em breve você estará desbravando o mundo e tendo os melhores dias da sua vida. Assim como eu estou tentando, conseguindo, lutando e nunca desanimando, Vá!

Beijos,

Nathy

Sobre o Autor

Nathy administrator

Turismóloga. Mestranda em Turismo pela Universidade de Évora, Portugal. Mora fora do Brasil há mais de 4 anos, já tendo morado na Irlanda e atualmente em Portugal. Ama viajar e trocar experiências de viagem. Conhecer o mundo e novas culturas é o que a motiva. Descobriu que melhor do que isso tudo é compartilhar essas aventuras pelo Mundo com amigos queridos.

Deixe uma resposta

Saiba como Morar no Exterior recebendo um e-book grátis e mais dicas e informações!Acesse Aqui
+