Próximo Destino: Bray e Greystones

Sempre que caminho por Dublin e vejo toda a sua beleza natural, arquitetônica, as pessoas na rua, as lojas e o dia a dia acontecendo me da uma felicidade sem igual. É realmente um sonho estar nesse lugar! E a beleza maior não fica depositada só em Dublin, pois tem diversas cidades do interior e dos chamados subúrbios, que nada tem a ver com o significado negativo de subúrbio do Brasil, são apenas locais afastados do centro da cidade, que são lindos e tem uma vista realmente espetacular.

Conheci mais duas cidades ao sul de Dublin: Bray e Greytones. Essas cidades fazem parte do condado de Wicklow e são cidades costeiras. Bray é a porta de entrada para Wicklow e é a cidade costeira mais antiga da Irlanda. Bray é um movimentado centro urbano, com cerca de 32 mil habitantes e por isso é a 9ª maior área urbana da Irlanda de acordo com o censo de 2011. A cidade está situada a cerca de 20 km de Dublin, mas tem fácil acesso de ônibus ou Dart. Lá também está situado o único estúdio de cinema da irlanda, o Ardmore Studios.

Nossa caminhada começou em Bray onde tivemos a primeira vista incrível, um mar lindo à nossa frente com uma grande quantidade de pedras e areia, cerca de 1,6 km, um grande calçadão para as pessoas caminharem ou correrem e uma pracinha bem agradável com muitas opções de restaurantes, sorveterias e lanchonetes, hotéis e pousadas e parquinhos para as crianças brincarem. Em Janeiro de 2010 Bray foi nomeada como a cidade mais limpa da Irlanda, competindo com outras 59 cidades.

Fizemos uma trilha chamada Cliff walk de cerca de 7 km de Bray até Greystones, que segue a linha ferroviária. Foram no total 14 km ida e volta e mais a subida para a cruz de Bray no topo do cume. A distância valeu a pena a cada segundo, foram mais de 5 horas de caminhada no total, mas fomos recompensados com uma vista de tirar o fôlego e um cenário digno da bela  ilha esmeralda.

Greystone fica também ao sul de Dublin cerca de 27 km, logo depois de Bray e também tem acesso direto por ônibus ou Dart ou fazendo a trilha de Bray. Tem a segunda maior população do condado, ficando apenas atrás de Bray. A cidade é o lar dos esportes, tendo vários clubes de baseball, criket, futebol, jogos gaélicos, dois grandes campos de golf entre outros. E a cidade também é o berço de grandes celebridades do país como cineastas, apresentadores de tv, esportistas e mais.

São cidades lindas, com cenários lindos e que vale muito a pena conhecer. Há quem diga que é muito esforço, mas garanto que com a vista e a emoção que se tem no caminho o cansaço e a dor nos pés será apenas um detalhe.

Beijos

Nathy

About Nathy

Turismóloga pela UFF, Mestre em Turismo pela Universidade de Évora, Portugal. Coach Intercultural. Mora fora do Brasil desde 2014, já tendo morado na Irlanda e atualmente em Portugal. Visitou 20 países. Ama viajar e trocar experiências de viagem. Conhecer o mundo e novas culturas é o que a motiva. Descobriu que melhor do que isso tudo é compartilhar essas aventuras pelo Mundo com amigos queridos.

View all posts by Nathy →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *