fbpx

A difícil escolha de ir

A difícil escolha de ir

Decidir fazer um intercâmbio ou mesmo uma mudança definitiva ou não para outro país, estado ou cidade não é função fácil. Muitas vezes (se não todos) a pessoa tem que abdicar de muita coisa para fazê-lo: família, amigos, casa, carreira, estabilidade, sentimentos. Mas será que vale a pena? Infelizmente não posso te dar uma resposta concreta, porque é uma questão muito íntima e tem a ver com prioridades, com presente e futuro e do que você quer e sonha. Mas vamos refletir…

ir

Desapegar, se deixar ir, não olhar para trás é um decisão muito difícil. Deixar o que se ama, o que te fazia feliz, quem te entendia e te acalmava com um abraço. Não, não é fácil. Quando você chega no novo lar é muita coisa para se acostumar e para colocar em ordem, na vida, na mente e no coração. Conviver consigo mesmo, enfrentar seus medos, suas dúvidas, suas batalhas diárias. Tudo mais longe, mais dolorido as vezes. Mais sozinho.

Quando se mora fora é inevitável crescer como pessoa e se conhecer melhor, afinal convivemos muito mais tempo conosco mesmo. Apesar dos amigos que fazemos e das pessoas que passam em nossas vidas aprendemos que nós construímos nossos caminhos sozinhos, claro que encontramos muita ajuda pelo caminho, pessoas amigas que te dão bons conselhos, que te animam, te alegram e se tornam sua segunda família no novo lar. Mas ainda assim nada substitui aquele abraço, aquele sorriso, aquelas palavras de amor vindo de alguém que te conhece melhor que você a ti mesmo.

Aí chega o seu aniversário, o natal, o ano novo, o aniversário daquele que está lá e você tanto ama, páscoa, dia das mães, dia dos pais e todas as datas importantes do ano e você continua longe. A vida passando e você….longe. Mas será que vale a pena?

Querido amigo, nada na vida é fácil e a escolha de ir é uma das mais difíceis eu diria, mas eu te pergunto e a decisão de ficar também não é? O peso do medo, da dúvida, do não ter tentado. Bem, eu decidi ir. Fiz bem? talvez sim, talvez não. Mas como iria saber se não tentasse? Em tudo na vida funciona assim, é abrir ou fechar, ligar ou desligar, falar ou calar, ir ou ficar.

O que te posso dizer é que sempre terás uma lição e que as vezes passar por certas circunstâncias te faz mais forte para enfrentar muito mais batalhas pela frente. Passar outro natal longe de quem ama não é fácil. Ver muitos celebrando felizes com suas famílias, trocas de presentes e de carinhos, união e tudo aquilo que você gostaria de estar vivendo. Mas esse é o preço que se paga meu querido amigo. Vale a pena? Pode ser que para uns sim, já para outros não. Esse é o bonito do ser humano, somos todos diferentes. Mas isso não quer dizer que quem decidiu ir é menos sensível,é egoísta ou sem coração em relação a quem decidiu ficar. Ele só foi mais um corajoso que resolveu tentar e mesmo que não valha a pena ele tomou uma das decisões mais difíceis de sua vida. Ele tentou. Ele se arriscou. E foi.

Beijos amores,

Nathy

Para reservar hotéis e acomodações ganhe desconto clicando nesses links e ainda ajude o blog Airbnb e Booking. Para alugar carro no destino escolhido vá na Rental Cars.

Sobre o Autor

Nathy administrator

Turismóloga. Mestranda em Turismo pela Universidade de Évora, Portugal. Mora fora do Brasil há mais de 4 anos, já tendo morado na Irlanda e atualmente em Portugal. Ama viajar e trocar experiências de viagem. Conhecer o mundo e novas culturas é o que a motiva. Descobriu que melhor do que isso tudo é compartilhar essas aventuras pelo Mundo com amigos queridos.

Deixe uma resposta

Saiba como Morar no Exterior recebendo um e-book grátis e mais dicas e informações!Acesse Aqui
+